Radio Do redlley

Get the Flash Player to see this player.

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

PM suspeito de molestar menina não se apresentou ao BPChoque


  por Jacson Damasceno 
 

O tenente-coronel Ailton alegar ter se afastado por razões médicas
O tenente-coronel Ailton alegar ter se afastado por razões médicas
O tenente-coronel Ailton Nascimento Costa não compareceu ao Batalhão de Choque da PM na tarde de hoje. Ele era esperado para entregar seus objetos de trabalho no grupamento, depois que foi afastado das atividades. Isso se deu por causa das imagens divulgadas na imprensa, em que ele aparece bolinando uma menina de dez anos em um mercadinho em Extremoz.
No Patrulha da Cidade o comandante do BPCHoque, coronel Dancleiton Pereira Leite, explicou que Ailton foi afastado imediatamente, assim que foi reconhecido pelos colegas. A medida foi tomada pela conduta apresentada pelo oficial, em discordância com a vida de um PM, mais ainda se ele faz parte de uma força especial, como o Choque.
As palavras do comandante na imprensa foram fortes. E refletem a revolta dos membros do BPChoque, que não querem ver o ex-colega nem pintado de ouro. Alguns chegaram a aguardar ansiosamente a presença de Ailton hoje na sede do Batalhão.
Nossa produção apurou que o oficial ainda não se apresentou porque alegou estar afastado por razões médicas e não por determinação do comandante dele, o que o desobriga de ir de imediato ao BPChoque. Somente quando o atestado vencer, ele precisará ir ao batalhão.
Quando comparecer, o PM deverá entregar ao comandante a arma, o colete, os coturnos, e a boina em cor grená, o símbolo maior do BPChoque. Entregar a boina é uma ato que segundo as tradições da caserna, significa desonra e desmoralização.
 Portal no AR

Polícia Militar prende jovem suspeito de tráfico com maconha e crack Flagrante foi feito em uma casa na cidade de Ceará-Mirim.


 Uma denúncia anônima levou policiais militares do BPChoque e da Força Tática de Ceará-Mirim até uma residência na rua Pacheco Dantas, no bairro Carrasco, naquela cidade, onde encontraram três quilos de maconha prensada e cerca de 300 gramas de crack em pequenas trouxinhas.
Além disso, foi apreendida uma balança de precisão, dinheiro fracionado e uma faca. Na casa, estava o dono do material, Adriano Latindo da Silva, de 25 anos. O suspeito foi conduzido para a delegacia da cidade assim como todo o material apreendido.
De acordo com o capitão Harrison, comandante do policiamento da cidade, a informação sobre a boca de fumo chegou há alguns dias, mas a abordagem só aconteceu hoje para que o sujeito não tivesse chance de fugir.
portal BO

Homem é assassinado na avenida Capitão Mor Gouveia Vítima foi encontrada morta com golpes de facão na cabeça.


 Um homem identificado apenas como Paulo foi encontrado morto, na manhã desta quarta-feira (22), próximo a um quiosque de vendas, instalados às margens da avenida Capitão Mor Gouveia, no bairro Cidade da Esperança, zona Oeste da capital. A vítima, segundo a polícia, apresentava ferimentos na cabeça e pode ter sido morta durante a madrugada.
Por volta das 5h, comerciantes do local informaram a ocorrência à polícia, via Ciosp, e quando a guarnição chegou ao local do crime, ninguém quis relatar algum detalhe sobre a motivação do assassinato. Uma garota de programa que faz ponto próximo a rodoviária revelou que o homem morto sempre era visto pelos quiosques e que atendia pelo nome de Paulo. “Aqui mesmo se a gente tiver visto não vamos dizer nada, se falarmos certamente vamos acabar como ele”, disse.
Agentes das coordenadorias de criminalística e medicina legal do ITEP estiveram no cenário do crime e constataram que Paulo foi morto com golpes na cabeça, possivelmente de um facão ou foice. Policiais da Dehom também tentaram colher o máximo de informações com pessoas da localidade e em seguida iniciaram diligencias afim de elucidar o crime.
PORTAL BO

Propaganda eleitoral do candidato Henrique trouxe uma notícia bombástica.

Propaganda eleitoral do candidato Henrique trouxe uma notícia bombástica


A Propaganda política do candidato do PMDB Henrique Eduardo Alves trouxe uma notícia bombástica, que parece ter sido um balde de água fria na campanha do candidato Robson Faria (PSD).
Diz a propaganda que “Nesta eleição Robson Faria não escondeu somente que é o candidato de Rosalba, ele escondeu que é dono de 98 apartamentos do Residencial Jangadas, condomínio que faz parte do programa Minha Casa Minha Vida”
Disse ainda, a propaganda que, além de possuir esses 98 apartamentos, o candidato tinha uma dívida de mais de cem mil reais de condomínio.
Que na declaração de bens, que apresentou à Justiça Eleitoral, ele apresentou somente 29 apartamentos do Residencial Jangada. “Pode ser esquecimento!”, diz a propaganda, e que “Afinal, para quem é tão rico, 69 apartamentos no condomínio do Minha Casa Minha Vida pode não significar nada, embora possa significar muito para quem está na fila de inscrição para ter direito à casa própria”.
A propaganda apresentou, ainda, depoimentos de populares indignados com o inadimplemento do candidato com o condomínio.
Na propaganda de Robson foi apresentada nota de repúdio pela divulgação da notícia escandalosa e apresentou documento de “nada consta”, em relação ao inadimplemento, datada de 13 de setembro. Explicou que os apartamentos comprados foi um negócio com a construtora MRV, que teria dado como garantia os apartamentos.
A propaganda do candidato de Henrique, porém, apresentou documento da Justiça, informando que a dívida do candidato ainda permanece.
O que chama a atenção, como fato inconteste, é que realmente, na declaração de bens do candidato do PSD, não constam os 98 apartamentos. Constam somente os 29 apartamentos.

A resposta agora está com eleitor que vai decidir em quem votar no próximo dia 26 de outubro.

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Casal é assassinado a tiros no Paço da Pátria Vítimas foram executadas em via pública, na noite desta terça-feira.



 

 
Um casal foi executado, na noite desta terça-feira (21), no Paço da Pátria, na zona Leste de Natal. Os dois, que aparentam ser adolescentes, foram mortos a tiros, quando estavam em via pública. Um policial que estava próximo ao local chegou a ouvir os disparos e, chegando lá, ainda encontrou o jovem com vida.
Ele tentou socorrer o rapaz, mas a vítima acabou não resistindo. Os dois mortos ainda não foram identificados oficialmente. Um homem que esteve no local e se apresentou no local como cunhado da moça morta, relatou que ela se chama Nara e seria moradora do bairro das Rocas.
O sargento Neilson, do 1º Batalhão da Polícia Militar, que comandou o isolamento da área, informou aoPortal BO que não conseguiu muitas informações sobre o duplo homicídio, tendo em vista que, no Paço da Pátria, a “lei do silêncio” prevalece.
Portal BO

PF prende músico acusado de estelionato contra a Caixa Econômica em Natal


A Polícia Federal prendeu, na manhã desta terça-feira (21), em uma agência da Caixa Econômica Federal na Zona Norte de Natal, um músico, potiguar, 24 anos, acusado de estelionato. Ele iria receber cerca de R$ 15 mil, através de empréstimo consignado.
A ação aconteceu por volta das 11h quando o suspeito compareceu àquela agência para assinar a ficha de abertura de uma conta poupança e sacar o valor do empréstimo que lhe fora creditado no último dia 15. No entanto, ao apresentar a documentação exigida, o funcionário da CEF desconfiou da sua autenticidade e acionou os policiais federais que lhe deram voz de prisão ao constatarem que ele estava de posse de vários documentos adulterados em nome de terceiros, tais como: extrato e cartão de benefício do INSS, comprovante de residência, cédula de identidade, etc.
Em seguida, o homem foi conduzido para ser autuado na superintendência da PF.
Durante o seu interrogatório, ele negou que para praticar o golpe tivesse agido em parceria com mais alguém e disse ainda que aprendeu a falsificar os documentos através de uma pesquisa feita em um site de busca na internet.
Na presença do seu advogado, o suspeito recusou-se a responder as demais perguntas formuladas e invocou o direito constitucional de permanecer em silêncio.
Enquadrado nos crimes de estelionato e uso de documentos falsos, o acusado encontra-se custodiado na PF, à disposição da Justiça e deve ser transferido nas próximas horas para o Centro de Detenção Provisória de Pirangi, na Zona Sul da capital.
Somente nesta semana, a PF já prendeu duas pessoas acusadas de estelionato em natal. Na segunda-feira, uma maranhense de 68 anos havia sido flagrada no interior de um banco privado no momento em que tentava receber um benefício do INSS.
*Fonte: PF-RN

Suspeitos entram em confronto com policiais da Rocam e um acaba baleado Trio estava em uma casa onde funcionava boca de fumo. Dois conseguiram fugir.


 Três homens entraram em confronto com policiais da Rondas Ostensivas com Apoio de Motocicletas, nesta terça-feira (21), em São Gonçalo do Amarante, e um deles acabou baleado. O tenente Moura, da Rocam, disse que a equipe recebeu a informação de uma boca de fumo em uma casa no sítio Coiteiro. Três homens estavam no interior da residência e atiraram contra os policiais.
Na troca de tiros, dois dos criminosos conseguiram fugir, mas Lindenverg Pereira da Silva foi baleado. O suspeito foi socorrido e levado para o Hospital Walfredo Gurgel, onde passa por cirurgia.
No local, os policiais da Rocam apreenderam um revólver calibre 38, munições, sete trouxas de maconha e sete pedras de crack. O tenente Moura informou ainda que, durante toda a tarde, equipes da Polícia Militar estão em diligências para tentar localizar os dois homens que fugiram.
Portal BO

Jovem é assassinado por dois homens no Planalto Vítima caminhava em via pública, quando foi atingida por tiros.



 Enoque Barbosa da Silva, de 29 anos, foi morto a tiros, quando estava caminhando em via pública, na rua Maranata, no Planalto. Dois homens se aproximaram dele, atiraram e, em seguida, fugiram. O jovem trabalhava como soldador e motorista de caminhão.
A mãe da vítima, Luzia Silva, esteve na cena do crime e, chorando muito, disse que o filho não merecia morrer dessa forma. Sobre a vida pregressa do filho, a mulher disse que, há um ano, ele tinha deixado o mundo das drogas. No entanto, ainda de acordo com a mãe, ele deve ter sido assassinado por isso.
“Apesar de ser meu filho, a gente tem que reconhecer a verdade”, relatou. Enoque estava voltando para casa quando foi morto. A mãe contou que chegou a ver um dos homens que atirou no jovem correndo após o crime. De acordo com a polícia, os bandidos teriam se escondido em uma favela próximo ao local.
Portal BO

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Suposto serial killer diz que está com vontade de matar, afirma delegado



Preso há quase uma semana, ele ainda pediu bebida alcoólica e revistas.
Segundo a polícia, vigilante de 26 anos confessou ter matado 39, em Goiás.

Do G1 GO, com informações da TV Anhanguera
O vigilante Tiago Henrique Gomes da Rocha, de 26 anos, apontado como o autor de 39 mortes em Goiânia, disse aos policiais na madrugada desta segunda-feira (20) que “está com vontade de matar”, segundo revelou o delegado Eduardo Prado. O jovem segue preso, sozinho, em uma cela da Delegacia Estadual de Repressão a Narcóticos (Denarc).
“Ele perguntou para os agentes [que] se  matar algum indivíduo dentro do presídio [se] ele responderá criminalmente por isso. Muito estranha a atitude e as conversas desconexas que ele vem falando”, diz Prado.
Durante a madrugada, Tiago leu 40 revistas, fato que chamou a atenção da polícia. “Outra coisa curiosa é que ele lê de trás para frente de forma rápida, como se fosse dinâmica, lendo de forma alta”, pontua o delegado. Prado disse ainda que o motociclista pediu bebida alcoólica na cela, mas que não foi atendido.
Conforme o delegado, Tiago precisa de ser monitorado a todo momento. “A nossa preocupação é com a observação constante dele na cela. Ele não tem amor próprio, já tentou suicídio. Constantemente, quando eu estou na sala, ele pede para levar fio dental para ele. [Na] Hora que pergunta se é para suicidar ele dá uma risada sarcástica”, relata Prado.
O delegado alerta que, quando o suspeito for encaminhado a uma penitenciária, ele precisará de atenção redobrada. “Com certeza, quando encaminharmos ao presídio, a direção do sistema prisional irá ficar atenta a essa situação para ter um controle mais metódico da situação em relação a esse indivíduo, que é realmente de alta periculosidade”, afirmou.

Ainda não há previsão da transferência do vigilante, segundo a polícia.
Crimes
Tiago confessou em depoimento à polícia 39 mortes, que teriam sido cometidas desde 2011. Entre elas estão 15 dos 17 crimes investigados inicialmente pela força-tarefa da Polícia Civil. As outras vítimas são gays e moradores de rua.
O primeiro crime da série de assassinatos contra mulheres ocorreu em 18 de janeiro deste ano, quando Bárbara Luiza Ribeiro Costa, de 14 anos, foi executada por um motociclista no Setor Lorena Park. A morte mais recente foi a de Ana Lídia Gomes, em um ponto de ônibus do Setor Morada Nova.
Dois dos crimes apurados pela força-tarefa não foram assumidos pelo vigilante: a morte de Danielly Garmus da Silva, 23 anos, e a tentativa de homicídio de Daiane Ferreira de Morais, 18. Entretanto, ele confessou outras duas mortes de mulheres que eram apurados de forma independente e, após a confissão, a polícia os incluiu nas investigações. São os homicídios de Arlete dos Anjos Carvalho, 16, e de Edimila Ferreira Borges, 18.
Mesmo correndo o risco de ser capturado, o vigilante disse que, ao ver o anúncio da criação da equipe especial da Polícia Civil para investigar a série de mortes de mulheres, no dia 4 de agosto, sabia que seria uma questão de tempo até ser preso.
Tiago Henrique, suposto serial killer, disse que quer pedir desculpa às famílias das vítimas e quer tratamento, em Goiânia, Goiás (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)Tiago está preso há uma semana
(Foto: Reprodução/TV Anhanguera)
Com medo de ser detido, Tiago revelou que interrompeu a sequência de mortes após o homicídio de Ana Lídia Gomes, de acordo com o delegado Alexandre Bruno Barros. “Ele disse que parou porque ficou com medo de ser pego, por causa da força-tarefa. Depois voltou no último domingo [12] porque não aguentou mais, tinha que extravasar a raiva”, disse o delegado.
Segundo a Polícia Civil, o jovem também foi identificado em imagens registradas por câmeras de segurança no dia 12, próximo à lanchonete em que uma mulher foi agredida por um motociclista. O caso foi incluído na força-tarefa. Segundo testemunhas, o motociclista de capacete vermelho atirou na jovem, mas a arma falhou. Então, ele deu um chute na boca dela.
A polícia divulgou um vídeo no qual o vigilante explica onde conseguiu o revólver usado nos crimes. Questionado pelo delegado sobre o número de armas que ele possuía, o suspeito respondeu que "só uma". "Que eu furtei em uma empresa onde trabalhei", disse Tiago.
Na quinta-feira (16), a Polícia Técnico-Científica afirmou que os resultados de exames de balística da arma apreendida com Thiago coincidiram com os disparos efetuados em seis homicídios na capital.
'Raiva'
Segundo os delegados que interrogaram o vigilante, Tiago tinha o costume de assistir aos noticiários no dia seguinte aos seus crimes para ter certeza se a vítima tinha morrido e qual o nome da pessoa. No entanto, ele diz que sentia remorso ao ver as reportagens. “Feliz não. Era um sentimento de arrependimento”.
Em entrevista na tarde de sexta-feira (17), o vigilante afirmou que gostaria de pedir desculpas à mãe dele e às famílias das vítimas pelos crimes que cometeu. Ele não respondeu se acredita ser doente mental, mas falou em "arrependimento" e afirmou querer um tratamento médico para se livrar do que ele define como "sentimento de raiva".
Motocicleta apreendida com homem suspeito de assassinar 29 pessoas em Goiânia, Goiás (Foto: Luisa Gomes/ G1)Motocicleta apreendida com Tiago
(Foto: Luisa Gomes/ G1)
De acordo com o defensor do motociclista, Thiago Húascar, seu cliente comentou que sofreu abusos sexuais durante a infância. O autor seria um vizinho. Além disso, o suspeito também afirma ter sofrido bullying na escola. Essas recordações trariam o tal sentimento a ele, motivando seus crimes. Para ele, o jovem é "insano" e precisa de tratamento.
Mesmo correndo o risco de ser capturado, o vigilante disse que, ao ver o anúncio da criação, no dia 4 de agosto, da equipe especial da Polícia Civil para investigar a série de mortes de mulheres, sabia que seria uma questão de tempo até ser preso.
Apesar de no início das investigações ter afirmado ter convicção de não se tratar de um único autor das mortes de mulheres, a Polícia Civil diz agora que há cerca de um mês já tinha elementos suficientes que apontavam o vigilante como o assassino nos crimes investigados pela força-tarefa.
Prisão
De acordo com o superintendente de polícia judiciária de Goiás, delegado Deusny Aparecido, antes de ser capturado, a polícia não tinha o nome do suspeito, mas já sabia de todas as suas características físicas.
Assim, no dia 10, foi emitido um mandado de prisão temporária para um “homem branco, com idade aproximada de 25 anos, aproximadamente 1,87 metro de altura, complição física atlética, sem barba ou bigode, com pelos no peito, rosto afilado, cabelos pretos, curtos e lisos e sobrancelhas grossas, que normalmente se veste bem”. O mandado também descreve que o suspeito usava capacete e motocicleta de cor preta com placa adulterada.
O vigilante foi preso na Avenida Castelo Branco, na terça-feira (14). Em seguida, ele foi encaminhado à Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios (DIH), onde prestou depoimento e, de acordo com o delegado, confessou os crimes.
No ano passado, o Ministério Público Estadual ofereceu denúncia contra o vigilante por furtar uma placa de uma motocicleta no estacionamento de um supermercado de Goiânia. Imagens de câmeras de segurança mostram ele cometendo o crime. Também no ano passado, ele foi preso em flagrante em uma motocicleta com placa roubada, mas foi solto. O caso foi registrado no 5º Distrito Policial.
Bárbara, Wanessa, Juliana, Janaina, Taynara e Isadora foram algumas das vítimas do suposto serial killer em Goiânia, Goiás (Foto: Arquivo Pessoal)Bárbara, Wanessa e Juliana são algumas das vítimas do suposto serial killer (Foto: Arquivo Pessoal)G1 GO

Quadrilha realiza arrastão em festa rave em Pium Aproximadamente 150 pessoas participavam do evento, três foram feitas reféns.


 Uma quadrilha formada por oito homens fortemente armados realizou um arrastão, na noite deste domingo (19), durante uma festa rave, no distrito de Pium, em Parnamirim, região Metropolitana de Natal. Os criminosos renderam cerca de 150 pessoas e fizeram de reféns três participante do evento obrigando um deles a dirigir o veículo para fuga.
De acordo com o tenente Paulo Araújo, oficial do 3º Batalhão, o fato se deu por volta das 19h. Os assaltantes chegaram sem usar nenhuma máscara e armados de pistolas e espingardas calibre 12. “Eu ouvi algumas vítimas e elas ainda confusas relataram que os criminosos estavam nervosos e agiram rapidamente, mas conseguiram levar os pertences de todos que ali estavam”, informou.
O policial disse ainda que ao sair do local a quadrilha obrigou a três participantes da festa a entrar em um veículo de uma das vítimas a seguir com ela. Após alguns minutos duas das pessoas levadas foram deixadas na estrada e a terceira continuou dirigindo o carro. Diligencias foram feitas durante toda a noite, mas a vítima levada e os criminosos não foram localizados.
Portal BO

domingo, 19 de outubro de 2014

Três homens são assassinados a tiros em Mossoró em poucas horas Crimes aconteceram neste sábado, todos com características de execuções.


 A polícia registrou três homicídios na cidade de Mossoró, região Oeste do RN, entre final da tarde e noite deste sábado (18). Todos os casos apresentam características de execuções e tiveram como vítimas homens.
Um dos assassinatos aconteceu no Alto da Conceição, onde o mecânico Marcos Vinicius Nascimento Valentim, de 18 anos, estava em via pública, após ter saído do trabalho, e acabou sendo surpreendido por homens armados de pistola.
Os bandidos atiraram várias vezes. Marquinhos, como era mais conhecido, não resistiu e morreu no local. Testemunhas disseram que os criminosos estavam em um veículo, mas não souberam relatar detalhes do carro e nem dos assassinos.
A segunda vítima foi Daniel Juvino de Oliveira, de 26 anos. Ele foi morto dentro de um bar, no bairro Belo Horizonte, quando jogava cartas com amigos. De acordo com a polícia, Daniel é um velho conhecido, sendo apontado como suspeito de homicídio e sido preso também tráfico de drogas.
Já no Liberdade II, Jean de Souza Basílio, de 20 anos, também foi assassinado em via pública. O jovem estava em uma motocicleta e, segundo informações de testemunhas para a polícia, teria se envolvido em umtiroteio. Ele acabou sendo baleado e morreu. Outro homem que estava com Jean na moto também teria sido baleado, mas saiu do local antes da chegada da polícia.
Portal BO

Jovem é surpreendido com crack no Pajuçara “Galeguinho”, como é mais conhecido, tentou fugir, mas foi cercado pela PM.


 Um jovem de 18 anos foi preso neste sábado (18), no loteamento Dom Pedro I, no bairro Pajuçara, suspeito de tráfico de drogas. Silmar Miguel Fernando estava sentado na frente da casa onde mora, na Rua Wilma de Faria quando acabou surpreendido por policiais militares do 4º Batalhão.
De acordo com o soldado Calixto Silva, o suspeito ao ver a viatura tentou correr, mas foi alcançado logo depois. Durante a abordagem, os PMs encontraram 29 pedras de crack com o jovem, escondidas nabermuda, interrogado Silmar acabou revelando que possuía mais drogas no interior da residência, informação que foi constatada pelo policiais em seguida.
“O suspeito autorizou a nossa entrada na casa e logo encontramos dentro de um saco, em um dos cômodos, mais 250 gramas da mesma droga, ainda em pedaços grandes. Já tínhamos quase certeza de que lá funcionava uma boca de fumo e comprovamos”, disse.
Silmar foi conduzido à Delegacia de Plantão da Zona Norte e autuado na lei 11.343, de 26 de Agosto de 2006, tráfico de drogas. A polícia lamentou não ter prendido também a companheira do suspeito, que não foi encontrada no momento da operação.
Portal BO

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Show com a banda Grafith termina em tiroteio com uma morte e seis feridos


Seis foram feridos a bala e um com garrafadas na cabeça

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
A Polícia Militar registrou por volta das 02h10min da madrugada desta segunda feira, 13 de outubro, um tiroteio em frente ao Porcino Parque Center, em Mossoró, onde se realizava uma festa de Vaquejada.
Confronto com possíveis acertos de contas envolvendo grupos rivais de bairros pode ter sido motivação deste crime.
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Sete pessoas, todas jovens, que participavam da festa com a Banda Grafith foram socorridas para o hospital Tarcísio Maia.
Seis foram feridos a bala e um com garrafadas na cabeça.
Um dos adolescente que foram baleados no confronto, não resistiu ao ferimento e morreu no hospital.
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Os confrontos aconteceram na saída da festa e do lado de fora do Porcino Parque Center, na Avenida Lauro Montes, no momento em que a vítima e os acusados se encontraram.
A polícia não tem informações se o encontro foi marcado anteriormente, mas trabalha com essa hipótese.
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A polícia conseguiu prender apenas um dos suspeitos de ter participado do confronto e dentro do porta bagagem de uma moto Bis, foi encontrada uma arma com todas as munições deflagradas.
O homem detido pela polícia havia sido alvejado no pé, foi conduzido para a UPA de Santo Antônio e depois para a Delegacia de Plantão.
Com informações Portal NCO